Informações Importantes Conselho Nacional Arbitragem

2017-09-20 Geral


INFORMAÇÕES DIVERSAS MUITO IMPORTANTES


INTERVALO DOS JOGOS
Nota prévia: esta norma já tinha sido incluída nas Conclusões da Conferência
de Calendário 2017-2018.
Em todas as competições nacionais o tempo de intervalo entre o 2º e 3º
períodos passa a ser de 10 minutos, com exceção da Liga Placard, Liga
Feminina, Proliga e Pontos Altos Federativos em que participem equipas
integradas nestas competições, que continuam a ter 15 minutos de intervalo.

EQUIPAMENTOS DE JOGO
Nota prévia: esta norma já consta do Regulamento de Provas da FPB de
Julho de 2017.

1. A equipa visitada joga com o seu equipamento principal.

2. A equipa visitante pode jogar com o equipamento principal, desde que não
se confunda com o da equipa visitada.

3. No caso de haver confusão com a cor dos equipamentos, quem tem de
jogar com o alternativo é a equipa visitante.

4. Qualquer alteração ao mencionado nos pontos anteriores terá que ser
comunicada antecipadamente à FPB, sempre com o acordo dos 2 clubes
envolvidos.

5. No caso de transmissão televisiva, “livestream" ou outra razão atendível, a
FPB poderá comunicar antecipadamente aos clubes qual a cor do
equipamento que devem utilizar num determinado jogo.

6. Cabe à equipa de arbitragem de cada jogo avaliar o disposto no ponto 3.

COMPETIÇÕES NACIONAIS DE SUB-14 E SUB-16
 

REPOSIÇÕES DA BOLA EM JOGO NA ZONA DE DEFESA
Nos jogos das competições nacionais dos escalões de Sub-14 e Sub-16,
Masculinos e Femininos e durante a época 2017/2018, será aplicado o
seguinte regulamento específico no que se refere às regras do jogo:

a) Nas reposições da bola em jogo na zona de defesa, só há paragem do
cronómetro em caso de ter ocorrido uma falta pessoal;

b) Em todas as outras situações o jogo prossegue de imediato, não sendo
necessário um árbitro autorizar a reposição/”tocar na bola” e não há paragem
do cronómetro;

c) O disposto nas duas alíneas anteriores não se aplica durante os 2 (dois)
últimos minutos do 4º período, nem durante os 2 (dois) últimos minutos de
cada eventual período suplementar, durante os quais o cronómetro pára
sempre que um árbitro assinale qualquer ocorrência ou em qualquer outra
circunstância que as regras oficiais prevejam.

NOTA 1 – em casos que o justifiquem, os árbitros poderão parar o jogo e o
cronómetro como, por exemplo, se a bola não puder ser reposta de imediato
por ter ido para longe ou se um jogador se tiver lesionado.

NOTA 2 – o jogador que repõe a bola em jogo não pode tirar vantagem do
facto de não ser necessário haver autorização/”toque do árbitro” do árbitro
para fazer a reposição, nomeadamente fora dos limites previstos nas regras
oficiais em relação ao local da reposição da bola em jogo; se tal se verificar, o
árbitro deve então assinalar a respetiva violação e a posse da bola será
concedida à equipa adversária.

BOLETIM DE JOGO DIGITAL
Nota prévia: esta norma já consta do Regulamento de Provas da FPB de
Julho de 2017-2018.

1. A partir da época 2017-2018 na LPB, Liga Feminina e Proliga será
implementado o Boletim de Jogo Digital (Digital Score Sheet).

2. Os clubes devem disponibilizar os meios necessários para a elaboração do
Boletim de Jogo Digital, de acordo com as Normas divulgadas para a época.

Nota final: aconselha-se que nesta fase da época, em que existem diversos
jogos de preparação, os clubes realizem os testes necessários de modo a que
nos primeiros jogos oficiais esteja tudo funcional.

Lisboa, 19 de Setembro de 2017
O CA da FPB